Arquivo morto

Trabalhei por 10 anos na Câmara de Vereadores de Tijucas e acreditava que tinha feito um bom trabalho sobre a história daquela Casa de Leis. Uma das ações que me envolvi foi o início do resgate da memória fotográfica do Poder Legislativo e da política tijuquense, através do qual produzimos 63 quadros de momentos marcantes do passado da cidade, além da galeria dos ex-presidentes e os painéis com as fotos dos vereadores de 1947 pra cá.

Na semana que se passou fiquei abismado ao saber que todo esse material foi retirado das paredes e “escondido” num “quartinho” onde funcionou a Junta do Serviço Militar. Não sei quem fez isso, mas já que apenas a vereadora Lialda Lemos pediu para que fossem recolocados no lugar de origem, sugiro aos nobres parlamentares que façam a doação daquele material ao Museu do Casarão Gallotti. Pelo menos a população e os visitantes teriam acesso àquelas imagens.

Segundo o que me informou um funcionário da Câmara Municipal, aquilo tudo virou “arquivo morto”, onde estão inclusive documentos importantes como os livros de atas das sessões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>