Mineração

Quando digo que no Vale existem vários requerimentos junto ao Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), principalmente em locais montanhosos e com fartura de água, destinados a pesquisa de jazidas ou veios de ouro e pedras preciosas, tem gente que fica rindo, achando que isso tudo é ficção. Para os extratores do Vale só o que o DNPM licencia são áreas para extração de areia e argila, o que é um equívoco.

Antigamente a maioria das pessoas nem desconfiava de veículos particulares que percorriam os interiores, levando gente com roupas apropriadas para andar no mato com um pequeno equipamento eletrônico detector de metais, mas hoje os produtores rurais ficam só de olho nesse povo. E dizem que não são poucos casos que se deparam no dia a dia nas comunidades interioranas.

Pode ser que não tenha nada haver, mas descobri em minhas leituras que no estado de Minas Gerais, onde em séculos passados tudo era riqueza, o melhor ouro e as mais valiosas pedras preciosas eram encontrados em Diamantina. E sabe como se chamava aquela região antes de se tornar uma Vila? Arraial do Tijuco. Embora existam várias cidades no Brasil relacionadas à Ty-yuca, que significa “lama negra”, essa história toda dá o que pensar. Ou não?…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>