Sobraram os gringos

O início do ano letivo de 2018 levou de volta pra casa milhares de turistas de todo o Brasil, que lotaram o litoral catarinense desde meados de dezembro até o fim da semana do Carnaval. Os empresários do ramo hoteleiro, donos de restaurantes e de supermercados afirmam que o resultado da temporada até agora foi bem melhor que no ano passado, mas por enquanto não falam em números. Eles apostam no dinheiro dos “hermanos” do Uruguai, Paraguai, Argentinos e de outras nacionalidades. Os brasileiros foram embora, mas eles continuam por aqui.

Os empresários do litoral ainda tem a favor o período da “caça ao dragão”, que acontece durante o mês de março. É nessa época que o litoral recebe levas de idosos e aposentados, que preferem curtir a praia com menos gente, poucas filas e preços mais baixo em todos os setor.

E por que “caça ao dragão”? É que nesses resquícios de verão a intensidade do sol é menor, causa menos problemas solares, estendendo-se até o “veranico de maio”. E com a falta de menininhas novinhas muitos festeiros, gogoboys e caçadores de dotes ficam a espreita para fisgarem dragõezinhos com café no bule.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>