Para que o Vale do Rio Tijucas não sofra o mesmo que Mariana

FOTO REPRESA

Estou com os cabelos brancos de tanto alertar as autoridades sobre as Pequenas Centrais Hidroelétricas (PCH’s) das cidades de Nova Trento e Major Gercino. A informação que tenho dá conta de que pelo menos cinco ou seis já estão em operação e ainda há projetos aprovados para novos empreendimentos. Somente a Braskem, um dos braços ativos da Odebrecht, gastou 124 milhões de dólares na construção da PCH de Três Barras em Major Gercino, mas ninguém está interessado nisso.

Para quem não sabe, essas PCH’s construíram imensas barragens em vales que foram desmatados para represar água das nascentes do Alto Vale. Essas obras foram projetadas para armazenar o precioso líquido, que passa por imensos túneis e faz funcionar as turbinas que produzem energia elétrica. Prestem atenção: represar água.

Nesta semana um informante me telefonou dizendo que a PCH da Boa Esperança está com apenas uma pequena lâmina de água sobre um volume incalculável de lama. A preocupação é com a possibilidade da pressão desta lama estourar a barragem e espalhar o barro mole por todo o percurso de lá até a foz do Rio Tijucas. Indaguei se ele sabia qual a situação das outras PCH’s, porém meu informante não soube informar.

Acho que já passou da hora de se formar uma comissão para entendermos de perto esta realidade.

4 thoughts on “Para que o Vale do Rio Tijucas não sofra o mesmo que Mariana

  1. Mirna Imhof leal.

    Realmente é preocupante, cabe as autoridades tomarem as devidas providências. Espero que sua preocupação não seja em vão.

  2. Boa noite.
    A situação das PCHs em Nota Trento não é diferente. As barragens estão totalmente assoreadas, locais onde se deveria ter uma profundidade de 5, 6 metros você consegue caminhar no meio do leito do rio com água no joelho..

  3. Uma observação, assoreado a mais de 800 metros da barragem.

  4. Darli de Amorim Zunino

    Boa noite amiga!
    É muito sério esse problema,penso Que precisamos nos mobilizar urgente…”Quem sabe faz a hora não espera acontecer…”
    Conte comigo
    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>