Novo desfecho da Operação Iceberg

Já escrevi aqui que não iria falar mais sobre a questão das polêmicas diárias da Câmara de Vereadores, cujos processos correm em “segredo de justiça”, mas como nos corredores do poder rolam novidades, vamos aos fatos:
Na semana passada o Poder Judiciário declarou a “indisponibilidade” dos bens de alguns vereadores e de vários servidores daquela casa de leis. Tentamos contato com as autoridades competentes para saber o motivo da medida não atingir todos os envolvidos no caso, porém o regime de tramitação impede a obtenção de respostas. Uma fonte revelou apenas que cada processo tem diferentes defensores e que o juiz age de acordo com o que está escrito na defesa dos acusados. Até o fechamento desta edição, por exemplo, os clientes do Dr. Márcio Rosa não tinham sofrido essa mesma sanção.
Pode ser que isso seja apenas o começo das providências a serem adotadas pela Justiça em relação à Operação Iceberg, que, ao requerer a indisponibilidade dos bens, está garantindo meios para que quem recebeu diárias indevidas devolva o dinheiro aos cofres públicos. Se essa grana saísse antes do final do ano amenizaria o sufoco da Prefeitura para passar a régua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>