Bloqueio de contas do Legislativo

Operação-Iceberg

Confesso que não entendi o estardalhaço a respeito da decisão da justiça em bloquear as contas dos vereadores da legislatura anterior (2013-2016) e de servidores que trabalharam no último mandato ou que continuam ocupando cargos na Câmara Municipal. Pelo que se comenta, salários e aposentadoria são imexíveis, ou seja, talvez pode dançar quem tem contas bancárias robustas.

Vamos esperar o próximo round.

Novo endereço

0z6a2105

A Prefeitura e o Poder Legislativo entraram em acordo sobre a importância de se construir um novo prédio para a Câmara de Vereadores. A Prefeitura doará o terreno, repassará os recursos e os parlamentares contratarão uma empresa para executar a obra.

Tenho uma opinião bem formada sobre este assunto: o que será feito com o atual prédio, construído no século XIX, se nem a Câmara Municipal, que fica com pouquinho menos de 8% da arrecadação dos cofres municipais, tem recursos para reformá-lo? Será que simplesmente demolirão mais um patrimônio histórico da cidade?

A informação que tenho é que o novo prédio da Câmara será construído próximo à segunda rótula da Rua 13° de Maio, ao lado do Posto de Saúde de Areias. Será um prédio de dois pavimentos, estruturado para abrigar o Legislativo pelas próximas décadas.0z6a2281

Ainda não

Screenshot_2

Vem rendendo muitos comentários negativos o convite feito pelo Prefeito Elói Mariano Rocha à sua prima Leila dos Anjos para assumir a Chefia de Gabinete na Prefeitura. O pai de Leila, Djalma dos Anjos, era irmão da mãe do Prefeito Elói, Dona Rosinha Rocha. Por tanto, Leila e Elói são primos-irmãos. Nesses comentários levanta-se a questão do nepotismo, o que não procede. A legislação permite a ocupação dos cargos de primeiro escalão por parte de entes públicos. A ida de Leila para a Prefeitura tem a mesma conotação que a do ex-vereador Rogério dos Anjos, o Guelo, que ocupa um cargo de primeiro escalão na Câmara Municipal. O pai de Guelo era irmão do pai de Leila e da mãe do Prefeito Elói.

Conversei com Leila dos Anjos a respeito do convite e ela me respondeu que ainda não decidiu.

“Eu sou funcionária da Portobello e se sair falo sobre a Prefeitura, mas por enquanto não tem nada decidido”, disse.

Leila sempre foi uma referência para viabilizar contatos entre a administração da Cerâmica e a comunidade. É uma funcionária competente e dedicada, motivo pelo qual estão fazendo tanto barulho.

Denúncia

Recebi a visita de uma cidadã se queixando da formação de um cartel numa determinada cidade. Segundo ela, todos os engenheiros que atuam nesse munícipio e cidades vizinhas combinaram um preço único para a elaboração e execução de projetos de engenharia. O valor seria de R$ 35,00 o metro quadrado. Exemplo: o projeto de uma casa de 100 m2 ficaria em R$ 3,5 mil só para o engenheiro. Estão fora deste calculo o alvará, a CREA, INSS, etc. Acontece que na mesma localidade existem profissionais dessa área que constroem por R$ 15,00 ou R$ 16,00 o m2. Pelo mesmo projeto eles cobram R$ 1,5 ou 1,6 mil.

Pelo que me foi relatado, o caso deveria ser levado ao conhecimento do Ministério Público uma vez que o problema não para por aí. Um dos líderes do movimento de cartelização seria funcionário da prefeitura da dita cidade e responsável pela análise dos projetos apresentados pelos engenheiros que não participam desse conluio. Quando o projeto bate na sua mesa vai para o fundo de uma gaveta e fica lá trancado, até esgotar o prazo de avaliação ou a espera da intervenção de alguém junto ao prefeito.

Desnecessário dizer que isso é crime e que merece ser assim tratado, principalmente por uma particularidade: esse engenheiro da tal prefeitura também trabalha para iniciativa privada, ou seja, desenvolve projetos de engenharia para terceiro. Será que na prefeitura os seus projetos passam pelas mesmas dificuldades que os de quem está fora do cartel? Não é difícil os interessados descobrirem.

É uma denúncia muito grave!

Valorização imobiliária

Tempo de leitura estimado: 2 minutos

DJI_0009-2

Repercutiu positivamente a matéria que publicamos a respeito da valorização dos imóveis e, consequentemente, de toda a Beira Rio, Pontal Norte e a região do bairro da Praça. Isso é reflexo do trabalho que vem sendo realizado há muito tempo, sob a responsabilidade do Vereador Jean Carlos Sienna dos Santos (PSC), que foi o primeiro a arregaçar as mangas após visualizar as reais possibilidades da geração de empregos e renda a partir de pequenas empresas e grandes investimentos no setor náutico.

Projetos valorizam imóveis da Praça ==> http://bit.ly/2pX2nVp

Agora, cá entre nós, tem que botar um limitezinho para essa galera. Hoje qualquer rancho de 30m2 continua valendo pouco mais do que valia 90 dias atrás, não se pode avalia-los com base em imóveis de praias consolidadas, como é o caso, por exemplo, de Canto Grande, Mariscal e Zimbros. Porém tem gente pensando que o que custava R$30 mil no começo do ano já tá valendo R$1 milhão. Não é por aí!…

0z6a2110

Vida mansa

0z6a2105

Um cidadão comentou comigo que discorda do horário de expediente de determinadas prefeituras e câmaras de vereadores. Enquanto um trabalhador da iniciativa privada tem que trabalhar 44 horas semanais, os servidores da Câmara de Vereadores de cidades como Tijucas cumprem, na melhor das hipóteses, apenas 30 horas semanais. O cabra que trabalha na Portobello das 5h às 13h30 só pode ir até à prefeitura ou à câmara no seu dia de folga.

O que mais incomoda esse nosso amigo não deixa de ser engraçado: a Câmara de Tijucas tem 13 vereadores, cada vereador um assessor e ainda sobram 10 concursados, um por sinal muito antipático, e mais nove comissionados. Em resumo: são 45 pessoas recebendo salários pagos com o dinheiro dos nossos impostos. E ninguém ganha mal. Será que tem mesa, cadeira e serviço para toda essa gente?

Aproveitando a oportunidade, deixo uma sugestão aos dois Elóis, o da Prefeitura e o da Câmara: por que não abrir esse horário de expediente de manhã e a tarde?

Para que o Vale do Rio Tijucas não sofra o mesmo que Mariana

FOTO REPRESA

Estou com os cabelos brancos de tanto alertar as autoridades sobre as Pequenas Centrais Hidroelétricas (PCH’s) das cidades de Nova Trento e Major Gercino. A informação que tenho dá conta de que pelo menos cinco ou seis já estão em operação e ainda há projetos aprovados para novos empreendimentos. Somente a Braskem, um dos braços ativos da Odebrecht, gastou 124 milhões de dólares na construção da PCH de Três Barras em Major Gercino, mas ninguém está interessado nisso.

Para quem não sabe, essas PCH’s construíram imensas barragens em vales que foram desmatados para represar água das nascentes do Alto Vale. Essas obras foram projetadas para armazenar o precioso líquido, que passa por imensos túneis e faz funcionar as turbinas que produzem energia elétrica. Prestem atenção: represar água.

Nesta semana um informante me telefonou dizendo que a PCH da Boa Esperança está com apenas uma pequena lâmina de água sobre um volume incalculável de lama. A preocupação é com a possibilidade da pressão desta lama estourar a barragem e espalhar o barro mole por todo o percurso de lá até a foz do Rio Tijucas. Indaguei se ele sabia qual a situação das outras PCH’s, porém meu informante não soube informar.

Acho que já passou da hora de se formar uma comissão para entendermos de perto esta realidade.

Nossa homenagem

foto 01

Hoje é o Dia Mundial do Enfermeiro, um profissional que, assim como os técnicos e auxiliares de enfermagem, não recebe o merecido reconhecimento da sociedade. Nós do Jornal Razão registramos aqui o nosso carinho a todos esses profissionais, desejando-lhes muita saúde para que possam cuidar da nossa saúde.

Em www.jornalrazao.com/videos você pode assistir uma reportagem especial com a enfermeira Renata Bailo, produzida para expressar nosso carinho aos amigos e amigas da enfermagem.

Atrasou

dji0038Acordei às 4h da madrugada e desde então estamos trabalhando no fechamento da edição desta semana do nosso Jornal Razão, que, por motivos técnicos, alheios a nossa vontade, será rodado somente no final da tarde de hoje. A distribuição começa por volta das 21h30.

Avise seus amigos e vizinhos que nosso pessoal estará durante toda a noite e a próxima madrugada trabalhando na entrega, afim de que não sejam confundidos com marginais.