Hora da verdade na Câmara de Vereadores

0z6a2260

Na próxima semana, se não estou enganado nos dias 27 e 28 de abril, o Poder Judiciário de Tijucas se desloca para o Fórum da Comarca de Porto Belo, com o propósito de tomar depoimentos e ouvir testemunhas dos envolvidos na Operação Iceberg, ou seja, vereadores e servidores da Câmara Municipal de Tijucas que receberam diárias indevidas no período de 2015 a 2017. A decisão de realizar este trabalho na Comarca de Porto Belo tem o objetivo de evitar transtornos e manifestações de quem não foi indiciado.

Simultaneamente está se desenrolando uma situação que a comunidade ainda não tem conhecimento. Vamos aos fatos: um servidor do INSS teria encaminhado uma representação ao Ministério Público da Comarca de Tijucas, pedindo a condenação dos vereadores da Legislatura passada e o afastamento dos quatro parlamentares reeleitos em 2016 (Jean do Nico, Fernando do Gordo, Lealzinho e Elizabete Mianes). A Promotoria de Justiça não acolheu a argumentação do autor do pedido, que recorreu a Procuradoria Geral de Justiça, onde o caso passará pelo Centro de Promotorias da Moralidade Pública. De lá pode vir uma resposta favorável à solicitação do referido servidor público federal.

Ocorre que esse cidadão também levou toda essa situação à Mesa Diretora da Câmara Municipal, que, após analisar a Lei Orgânica do Município e o Regimento Interno da Casa, deve deliberar sobre uma polêmica propositura: os atuais vereadores em princípio votarão um projeto que discorre sobre a eventual “quebra de decoro parlamentar” dos quatro vereadores reeleitos. Nessa votação os envolvidos não tem direito a votar. Isso quer dizer que Fernando, Jean, Bete e Lealzinho seriam julgados pelos outros nove vereadores.

O PMDB (Esaú Bayer, Odirlei Resini, Fernanda Melo e Elói Geraldo) e o vereador do PDT (Fabiano Goleiro) tem a maioria dos nove votos e teriam resolvido que votarão pela perda de mandato dos quatro envolvidos. Isso é o que se ouve nos corredores do poder.

Já a Bancada de Situação por enquanto teria apenas um voto contra a cassação do mandato dos quatros acusados: o voto de Vilson Natalio Silvino, o popular Vilsinho da Pisobello, pré candidato a prefeito nas eleições de 2020. Os vereadores Juarez Soares, Deda e Rudnei Amorim, pela postura que se apresentaram até agora, podem somar seus votos com os do PMDB e PDT.

A polêmica sessão deve ocorrer ainda em abril. Só existe uma condição para mudar todo este cenário: a votação ser secreta.

O resultado dessa iniciativa não interfere na ação judicial nem na representação junto a Procuradoria Geral de Justiça, mas pode significar a exoneração dos servidores da Câmara Municipal que também receberam as mencionadas diárias. Para isso bastaria uma simples canetada do presidente Elói Pedro Geraldo.

Vamos ver como se posiciona o povo a respeito dessas novidades.

Com que frequência os donos de lanchonetes trocam o óleo das suas fritadeiras?

A Vigilância Sanitária dos municípios vem agindo com rigor na fiscalização de bares, lanchonetes, restaurantes e similares, mas pelo que fiquei sabendo usa dois pesos e duas medidas. Estive num estabelecimento em que eles passaram e fiquei surpreso quando um amigo retornou do sanitário e informou que não havia tampo no bacio, escovinha para empurrar o barro, saco plástico na lixeira, sabonete líquido e papel toalha, isso sem falar na imundice da pia. Na ocasião foi levantada uma questão preocupante: com que frequência os donos desses ambientes trocam o óleo das suas fritadeiras? Não existe lei para isso? Se não há, porque o Poder Público não cria uma legislação exigindo que seja periodicamente apresentada a nota fiscal desse óleo vegetal em que fritam “saborosas” iguarias?

Não vou nem falar dos chapeiros que pegam o lanche para botar dentro do saquinho com a mesma mão que usam para receber dinheiro e devolver o troco, mas não posso deixar de registrar essa: o dono de um desses lugares que serve lanches e frituras me confidenciou que troca o óleo de seis em seis meses. Toda semana ele da uma filtrada, joga fora os resíduos de frituras e devolve o azeite para a fritadeira. É pau!…

Esclarecimento

A comunidade regional foi surpreendida com a notícia de que a Fiat Rivel – Brusque e Tijucas teriam sido adquiridas por um empresário tijuquense. Minha fonte não estava bem informada. Existe sim o fato, mas para se concretizar a negociação é preciso cumprir etapas. Portanto, a Fiat Rivel de Brusque e a de Tijucas ainda pertencem ao seu Ademir.

Alerta litorâneo

DCIM185MEDIADJI_0034.JPG

A Epagri/Ciram lançou um alerta geral para os municípios do litoral norte catarinenses, desde Florianópolis ate a área da divisa com o Paraná. Segundo as previsões do instituto, nesta quarta-feira e amanhecer de quinta-feira as ondas na área costeira devem variar de 2,5m a 3m de altura, propiciando a ocorrência de alagamentos na faixa litorânea.

No caso de Tijucas o alerta é valido principalmente para os moradores do Pontal Norte, mais precisamente na região da Boca da Barra e das casas do projeto Ressoar.

Começou a farra

23198963

No último final de semana foram registradas as famosas farras de boi em Florianópolis, Governador Celso Ramos, Porto Belo e Bombinhas. Na prática a Polícia Militar não chegou a flagrar a dita brincadeira, mas interceptou tentativas e identificou um farrista na região do Forte da Barra, na capital. O homem quebrou a perna e pediu auxílio ao Corpo de Bombeiros, dizendo que havia caído de um cavalo. Populares informaram ao centro de operações da PM que o indivíduo estava mentindo e que havia fraturado o fêmur na correria atrás do boi.

Em Governador Celso Ramos as informações davam conta de que bois seriam soltos na madrugada de domingo, a presença varias viaturas policiais inibiram o evento. Em Porto Belo um homem foi preso enxotando um boi para um lugar onde aconteceria a farra. Ele responderá um processo judicial. O animal foi apreendido pelos técnicos da Cidasc. Outro boi foi apreendido na região do morro que divide Porto Belo e Bombinhas. Uma filmagem dos farristas circulou pelas redes sociais e acabou nas mãos da Polícia, que esteve no local, apreendeu o animal e enxotou os farristas.

A Polícia utilizará as imagens para tentar identificas quem participava da “tradição cultural” que já foi definida como crime pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Tijucas Clube

Conforme edital devidamente publicado, aconteceu na manhã deste sábado (08) a Assembleia Geral Ordinária do Tijucas Clube, com o objetivo de tratar de diversos assuntos. Duas questões que estavam em pauta, a eleição da nova diretoria e a decisão sobre o futuro da sede, ficaram para uma nova assembleia, a ser marcada na próxima semana. A ideia é convocar todas as pessoas que possuem títulos patrimoniais do clube, seja por adesão ou aquisição destinada a implantação de um parque aquático em 1987/1988 que infelizmente não deu certo

Como todos sabem, sou presidente há três mandatos e quero entregar o cargo. Fiz o que esteve ao meu alcance, e acho que cumpri com o meu dever. Convidei o nosso amigo Abrão Guedes, que está na diretoria há mais de 40 anos, para ser o novo presidente, mas ele declinou do convite.

É importante lembrar primeiro que o Tijucas Clube foi construído há 65 anos. É uma edificação que exige constante manutenção. Outro assunto que ficou para a próxima Assembleia é resolver o futuro da sede. Poderia ser criada uma comissão forte e ativa para reorganizar um bom quadro de sócios, para que o TC tenha renda para manutenção, realização de eventos e criação de novos serviços ou negociar com alguma construtora a edificação de um prédio que preserve espaço adequado para o clube. Outra opção seria permutar o imóvel por uma área maior e usar o resíduo da avaliação monetária para erguer uma nova sede, com estacionamento, parque infantil, churrasqueiras, lagoa, quiosques e outros atrativos campestres.

O Tijucas Clube é um patrimônio da cidade e cabe a todos nós preservá-lo.

Quem quiser entrar na luta pode ligar pra mim (48) 3263 6666, 3014 7155 ou 98453 0741 ou enviar e-mail para [email protected]

Novidade noturna

Você notou que o antigo prédio do explosão, onde funcionava a Garden, foi colocado “nachon”? Pois bem, vamos aos fatos:

O empresário José Hermógenes Medeiros, o pupular Zé do Faisão, rescindiu o contrato que tinha com os administradores da Garden. Quem assumiu o comando do endereço foi o mega promoter Genilson Medeiros, que construirá no local uma boate de alto nível, com duas pistas e atrativos similares aos das grandes casas noturnas do país. Além disso, o ambiente estará preparado para sediar palestras, formaturas, encontros, congressos e outros eventos do gênero.

A previsão é para inaugurar em setembro.

Encontro do PMDB Mulher

No dia 06 de maio acontecerá o Encontro do PMDB Mulher, que contará com a presença das deputadas estaduais Ada Faraco de Lucca, presidente estadual e Dirce, coordenadora da Grande Florianópolis. A informação é da Vereadora Fernanda Melo, de Tijucas. Segundo ela, neste dia serão empossados os membros da comissão provisória do partido, visando o desenvolvimento de lideranças femininas na política e o compartilhamento de conhecimentos da esfera da gestão política pública.

Há 20 anos

Decidi compartilhar com os leitores um pouco de uma relíquia que temos ao alcance das mãos: o arquivo com as quase 700 edições do Jornal Razão. São quase 20.000 páginas de notícias, fotos e publicidade.

Uso aqui a edição de número 23 do então Jornal A Razão, publicado no final de março de 1997, quando Bebeto Ternes era o prefeito e Elmis Mannrich presidente da Câmara de Vereadores. Naquele mês de março, juristas trabalhavam contra a retirada de Porto Belo e Bombinhas da Comarca de Tijucas, Celesc inaugurava atual sede, bandidos invadiram o escritório do advogado Roberto Vailati e o agrediram, empresário Marco Sedrez assinava contrato com a espanhola Eggeum para vender cobertura para revestimento cerâmico e a Telesc anunciava a instalação de 1.050 novas linhas telefônicas em Tijucas. A primeira dama Ana Maria Cirilo Ternes, após evento que arrecadou quase uma tonelada de alimentos, planejava o futuro da Associação Municipal de Assistência Social (AMAS), Pisoarte inaugurava filial em Blumenau, irmã Cleia Fuck festejava o seu Jubileu de Ouro na Congregação, Morgana Ferreira Brinzin era eleita a mais bela tijucana de 1997, Grupo Estância se apresentava no Explosão e vereadores já se preocupavam com o trânsito e pediam abrigos para passageiros de ônibus.

Naquela mesma época a Camargo Correia e Andrade Gutierrez venciam a concorrência pública para a construção do túnel do Morro do Boi, duplicação da BR 101 no trecho entre o Rio Camboriú e o Rio Tijucas, construção da nossa segunda ponte-viaduto e às marginais de Itapema e Tijucas, entre outras benfeitorias que ainda não foram executadas, mesmo com a privatização da rodovia. O valor da obra era de US$ 66 milhões.