Para trás

A partir deste ano São João Batista passa integrar a Estância de Turismo Vale Europeu. Em janeiro o Município foi comunicado que para ter acesso a recursos nesta área precisava participar de uma estância de turismo, conforme prevê as normas do Ministério do Turismo. A Santur orientou a cidade neste sentido, alertando a prefeitura que a intenção do Governo Federal é fazer a categorização dos municípios e das regiões turísticas do Mapa do Turismo Brasileiro.
O próximo passo é concluir a parte burocrática. Dali em diante uma série de ações em conjunto estão programadas, entre elas publicações e criações de novas rotas, visando aproveitar potencialidades turísticas ainda não exploradas, tais como o fato de ser a primeira colônia italiana do Brasil, a Cascata de Fernandes, o Lar Bethânia e o próprio polo calçadista.
São João Batista ganhará muito em divulgação ao integrar o roteiro turístico do Vale Europeu. Isso sem deixar de lado o roteiro religioso do Vale de Santa Paulina. O lamentável dessa história toda é que, turisticamente falando, Tijucas continua sendo a única cidade da região sem atrativos, uma simples rota de passagem, perdendo até para Canelinha, que tem motódromos, cachoeiras, parque aquático, competições de asa-delta e até um templo religioso.

Zumzum

Parlamentares tijuquenses nos confidenciaram que a presidenta do Poder Legislativo Municipal, vereadora Elizabete Mianes da Silva, a Bete do PSD, não realizará a tradicional sessão em homenagem ao aniversário da cidade. A explicação é evitar os elevados gastos que esse evento sempre exige, algo em torno de R$ 40 a R$ 50 mil. Esse dinheiro economizado retornará no final do ano aos cofres da prefeitura.
Com a decisão da presidenta em 2016 não haverá então a entrega de homenagens como a Medalha Mérito Maria Gallotti, Troféu Amigo da Comunidade, Título de Cidadão Honorário e Título de Cidadão Benemérito. Moções de louvor devem ser entregues no endereço dos homenageados, a não ser que a edilidade resolva organizar solenidades em suas próprias dependências.

Tchau, querida

Com os votos favoráveis de 367 deputados, 137 contrários e sete abstenções, o Plenário da Câmara dos Deputados aprovou o relatório pró-impeachment e autorizou o Senado Federal a julgar a presidente da República, Dilma Rousseff, por crime de responsabilidade. Se abstiveram de votar os deputados Pompeo de Mattos (PDT-RS), Vinícius Gurgel (PR-AP), Beto Salame (PP-PA), Gorete Pereira (PR-CE), Sebastião Oliveira (PR-PE), Mário Negromonte Jr. (PP-BA) e Caca Leão (PP-BA).
A sessão foi tensa, iniciada com princípio de tumulto. Cada voto dos 511 deputados foi pontuado com comemorações de cada lado. O voto de número 342, mínimo para garantir o julgamento pelo Senado, foi celebrado à exaustão pelos partidários do impeachment, que tiveram apoio de deputados de 22 partidos. Apenas Psol, PT, e PCdoB não deram votos a favor do impedimento da presidente Dilma.
O que chamou a atenção foi o anúncio de que cinco deputados do PMDB do Rio de Janeiro não participariam da votação por questões burocráticas, mas no final da história só foram registradas as ausências dos deputados Aníbal Gomes (PMDB-CE) e Clarissa Garotinho (PR-RJ), ele por motivo de saúde e ela em razão de um parto prematuro. Será que os cariocas deram um balão na votação? Conhece aquela piada do coelho e do porco espinho?
Fizeram uma competição para ver qual a polícia mais rápida do mundo. A organização soltava um coelho e uma guarnição da polícia de determinado país tinha que aprisioná-lo e trazê-lo de volta. A polícia de Nova Iorque levou quatro horas e a israelense três horas e meia para cumprirem a tarefa. A polícia do Rio de Janeiro em 40 minutos voltou com um porco espinho todo arrebentado. Quando chegaram ao comitê organizador o porco espinho berrava:
“Chega, eu sou coelho, juro por Deus!…”
Sabe como é: carioca é rápido demais e cega a gente.

Bar da Fronteira

Ano passado estive o Bar da Fronteira, localizado as margens do rio Santa Luzia, na divisa entre Tijucas e Porto Belo. Fui muito bem atendido e voltei outras vezes. O lugar é agradável e está cada vez melhor.
Para quem não conhece, o Bar da Fronteira realiza bailão todos os finais de semana, animados por diferentes músicos e sempre de casa cheia. Os proprietários estão sempre presentes, a bebida é bem gelada e os seguranças sabem como manter a ordem. Além disso, o Bar da Fronteira está em dia com as exigências da prefeitura, polícia e Corpo de Bombeiros, em especial no que se refere a equipamentos de segurança e combate a incêndios.
Com um fraternal abraço a família fronteira, convido a comunidade regional a prestigiar o estabelecimento, que também funciona durante a semana.

Oficializando

Executiva do PMDB tijuquense esteve reunida na noite de terça-feira (12), na sede do partido, localizada na sala onde funcionava há cerca de 13 anos o escritório de advocacia do presidente da agremiação, o ex-vereador, ex-presidente da Câmara Municipal, ex-prefeito e atual suplente de deputado estadual Elmis Mannrich. Entre os presentes também estava o engenheiro, ex-vereador, ex-presidente do Poder Legislativo Tijuquense e atual prefeito Valério Tomazi, momentaneamente afastado das suas atividades para gozo de férias.

O objetivo do encontro foi definir uma data para as prévias dos periquitos, que acontecerá no dia 26 de abril, na sede do Lions Clube. Só terão acesso ao evento os 45 membros do Diretório e da Executiva Municipal do PMDB (espião e peru de fora não entram), que terão a missão de escolher o candidato a prefeito da coligação a ser encabeçada pelo partido: Valério Tomazi ou Elmis Mannrich.

Depois disso virá a celeuma para indicação e aprovação do nome do candidato a vice, não estando descartada a possibilidade do PMDB sair com chapa pura, embora exista uma lista de espera de pré-candidatos a esse cargo.

 

Pré-candidatos

A Prefeitura Municipal de Tijucas está sem titulares em duas áreas estratégicas, em decorrência do pedido de exoneração de pré-candidatos a vereança em 2016: Jean Carlos dos Santos saiu da Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo e retornou para Câmara de Vereadores, onde substituirá o suplente Ney Machado, o Ney da Tijusat, que também é pré-candidato. Adriana Porto Faria deixou a Saúde, sendo substituída pelo odontólogo Roberto José Souza Zytkuewisz. Cláudio Tiago Izidoro se afastou do Ditran e em seu lugar assumiu Cláudio Peixoto. Odirlei Resini pediu exoneração do cargo de secretário de Agricultura, Pesca e Meio Ambiente, que ainda não tem um novo titular, assim como a Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo.

Rogério dos Anjos, o Guelo, deixou a FME e foi substituído por Robson Varela, o Coquinho, superintendente adjunto que reúne as melhores condições para conduzir todas as competições esportivas realizadas pela prefeitura. É um craque em organização. Da FME também se desincompatibilizaram dos cargos Esaú Bayer e Fabiano Morfelle, que também devem entrar na disputa por uma cadeira no Legislativo.

Na Secretaria de Ação Social, no lugar da pré-candidata Sheila Dias, assumiu o cargo a competente Elusa Elena Vieira de Espíndola.