Perplexidade

Muitas vezes julgamos as pessoas por seus atos sem saber o que passa no seu íntimo, que frustrações e decepções podem ter sofrido de uma hora para outra, sem refletir que todos nós estamos sujeitos a passar por momentos semelhantes. Falo de um amigo que recentemente teve uma morte trágica e sobre quem saíram inúmeros comentários maldosos após o ocorrido.

Há poucos dias um cidadão do seu convívio me contou que sabia o motivo da sua súbita mudança de comportamento. Segundo ele, o jovem falecido estava vivendo momentos de angústia e amargura por não ter coragem de contar ao seu pai um episódio que não posso aqui revelar, posso apenas dizer que o caso se tornou um verdadeiro escândalo para quem sabe do que estou falando.

Fico apenas a pensar: será que os envolvidos conseguem dormir direito, sabendo que foram os responsáveis diretos por esse lastimável fato?…

Drones

O Jornal Razão adquiriu no ano passado um Drone, que nada mais é do que um mini avião dotado de câmera fotográfica e filmadora, com objetivo de oferecer um diferencial nas fotos do jornal impresso, nas imagens exibidas no portal www.jornalrazao.com e na Web TV Razão. Havia poucos desses equipamentos na região, mas agora o Vale e a Costa Esmeralda estão cheios.

Nosso Drone é um equipamento profissional, de custo elevado por ser uma das versões mais modernas, motivo pelo qual só o utilizamos nas atividades da empresa. Ocorre que alguns proprietários de outros aparelhos os utilizam para colher imagens em lugares em que as pessoas se sentem incomodadas. Nós não fazemos isso, até porque todo equipamento tem um tempo de uso e a meta é aproveitar a durabilidade do nosso ao máximo.

Antes de acusar o Drone do Jornal Razão dessas arbitrariedades é bom saber que nos céus de toda a região existem dezenas desses aparelhos bisbilhotando a vida alheia.

Rodeio

Ainda não está totalmente definida a data do tradicional Rodeio Crioulo do CTG Fazenda Eliane, que acontece sempre na semana seguinte a Festa do Divino Espírito Santo, isso por conta do feriado do dia 13 de junho. Se o feriado for antecipado, o rodeio rola nos dias 09, 10, 11 e 12, integrando as festividades alusivas aos 156 anos de Tijucas. Se o feriado do dia 13 for mantido na segunda-feira, a data pode ser alterada.

De qualquer forma, independentemente de data ou de atrações artísticas, culturais e provas campeiras, a galera da barraca do Gallo Velho já está se movimentando e promete mais uma vez arrebentar a boca do balão. E a promessa para este ano é de que o espaço receba até uma atração nacional.

Neste contexto também já está confirmada a Festa do Divino, programada para o período de 03 a 06 de junho.

Café Colonial

Um restaurante de Tijucas está se organizando para oferecer em breve um atrativo que não existe na cidade: um mini café colonial, com atendimento a partir das 16h e se estendendo até às 21h.

Segundo o que foi informado, o cardápio contemplará muitas guloseimas, tais como pães, tortas, salgadinhos e até sopas. O modelo tem como exemplo o formato de casas do gênero em grandes cidades, onde este serviço é muito procurado por pessoas de todas as idades, principalmente na saída do trabalho. Vamos aguardar e torcer para que o nosso mini café colonial seja um sucesso.

Por que não?…

        Nas divagações noturnas, sentado no sofá da sala em minha residência, sempre de gravador na mão, tive uma inspiração que quero aqui compartilhar com os administradores municipais e comunidades das cidades onde atuamos. Falo das campanhas de combate a potenciais criadouros do mosquito Aedes aegypti.

Como todos sabem, temos hoje coleta seletiva de lixo em Tijucas e em algumas cidades vizinhas. Todo mundo tem em casa garrafas plásticas, embalagens de bebidas em litro, papel, papelão, vidros de conservas vazios e muitos outros objetos que não servem pra nada. Como a maioria das residências ainda não está inscrita na coleta seletiva, que acontece em dias previamente agendados em cada bairro, tive a seguinte ideia:

Realizariam uma campanha conjunta, incentivando a população a colocar em frente às residências, comércios e outras empresas da área urbana todo esse lixo reciclável separando-os em quatro montes (plásticos, vidros, papéis e metais). O ideal seria um sábado. A prefeitura poderia colocar quatro caminhões à disposição da campanha, cada um recolhendo um tipo de material, que seria vendido aos interessados. O lucro seria destinado ao Lar Santa Maria da Paz. A outra proposta seria recolher o material em parceria com a Coopervat. Os caminhões da prefeitura levariam tudo para os galpões da cooperativa em Morretes, onde receberiam a destinação adequada.

Numa ação solidária limparíamos a cidade de potenciais criadouros do mosquito da Dengue e de outras pragas como moscas e animais peçonhentos. Não é uma boa ideia?

Em breve

Um restaurante de Tijucas está se organizando para oferecer em breve um atrativo que não existe na cidade: um mini café colonial, com atendimento a partir das 16h e se estendendo até às 21h.

Segundo o que foi informado, o cardápio contemplará muitas guloseimas, tais como pães, tortas, salgadinhos e até sopas. O modelo tem como exemplo o formato de casas do gênero em grandes cidades, onde este serviço é muito procurado por pessoas de todas as idades, principalmente na saída do trabalho. Vamos aguardar e torcer para que o nosso mini café colonial seja um sucesso.