Conversa de boteco

Ao meio dia de sábado, dia 27, no bar Kaia na Kana, a turma da barraca do Gallo saboreou uma cabra doada pelo advogado Paulo César Lemos, o Palica. O encontro resultou numa cervejada que se estendeu até às 22h, com muito “gosto de ti, querido”, conversas de bastidores e acertos políticos que ninguém arrisca a dizer se foram sérios ou não.

Lá pelas tantas rolou a notícia de que um político, presente no evento, teria revelado que disputaria a indicação do partido em 2016 para ser o candidato a prefeito do mesmo. Os mais afoitos engrossaram a novidade, dizendo que ele teria acertado que Geremias Telles Silva, o Mia, seria o seu pré-candidato a vice-prefeito.

Palavras do Gallo Velho.

Golpe novo

Isso já aconteceu outras vezes, mas os autores não se cansam de tentar aplicar o velho golpe. Trata-se do anúncio de uma empresa de Belo Horizonte, que se apresenta como uma financeira oferendo empréstimos a juros baixíssimos. Eles anunciam em jornais e portais desavisados e sempre conseguem enganar algum trouxa.

Na verdade a tal empresa não existe. Você liga pra lá, eles pedem os seus documentos e depois o pagamento de uma taxa para garantir a liberação do crédito desejado. A pessoa deposita o valor, o dinheiro não aparece na conta e quando se faz a ligação de volta eles não atendem.

Nesta semana tentaram anunciar no Jornal Razão, mas nem demos resposta, pois quando a esmola é grande demais até o santo desconfia.