Absurdo

8399lg

Por volta das 13h30 de hoje (21) fui a agência do SICOOB de Tijucas e fiquei literalmente indignado com o que vi. Minha ficha é preferencial, peguei a de número 53, e o atendimento estava sendo feito para o número 51. Cerca de 50 pessoas aguardavam atendimento pela ficha normal. A moça do caixa chamou a ficha preferencial 52 e uma senhora se debruçou por mais de uma hora no balcão do caixa. Aquelas 50 pessoas que aguardavam o atendimento padrão foram atendidas e a dita senhora continuava lá, cuidando de problemas que, penso eu, não eram dela. A máquina do caixa cantava igual uma cigarra e os clientes preferenciais foram se revoltando. Não sei se existe lei ou regras no sistema bancário para disciplinar situações como esta que testemunhei, mas acho que as gerencias das agências bancarias deveriam tomar uma atitude razoável. Cada cliente tem que resolver os seus problemas e não os de dúzias de outras pessoas.

Podem ter certeza de uma coisa: quem estava lá ficou bastante aborrecido.

Epidemia no Presídio de Tijucas

presidio-2-2_ct41142

O Jornal Razão recebeu visita de apenados do Presídio Regional de Tijucas, denunciando que estaria ocorrendo um surto de furúnculos nos detentos do Capim Branco. Através de contato com dois médicos clínicos gerais, fomos informados de que furúnculos podem aparecer em qualquer local do corpo, mas são mais comuns no rosto, pescoço, axilas, nádegas e coxas. Um furúnculo pode começar com um nódulo inchado, sensível e vermelho rosado. Com o tempo, ele fica parecendo um balão cheio de água ou um cisto.

As senhoras que nos procuraram reclamando do Departamento de Saúde do Presídio não estavam dando atenção a esses casos. Então ligamos para o Presídio e conversamos com a enfermeira Beatriz, a qual confirmou a existência de alguns casos, mas longe de ser uma epidemia. Afirmando que o furúnculo não é transmissível, a enfermeira afirmou que a insalubridade daquela unidade prisional provoca coceiras, irritações da pele e algumas outras moléstias, salientado que todos os casos são atendidos assim que os apenados pedem auxílio.

Assim sendo, sem querer tomar partido por qualquer das partes, fica o alerta e o espaço à disposição para melhores esclarecimentos.

Dr. Vilson toma posse como desembargador

juiz-1435084579

Com a responsabilidade de julgar os processos das Eleições de 2014, o juiz Vilson Fontana tomou posse como magistrado efetivo do TRE-SC (Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina), categoria juiz de Direito. Ele assumiu a vaga deixada pelo juiz Luis Henrique Martins Portelinha, e atuou no biênio que se estende de 30 de junho de 2014 a 30 de junho de 2016.

Incumbido de saudar o novo integrante, o juiz Ivorí Luis da Silva Scheffer ressaltou as qualidades de Fontana, afirmando que essas “virtudes com certeza irão refletir nas decisões no TRE-SC”. Quanto aos julgamentos colegiados, Ivorí pontuou que, no TRE-SC, o voto de cada juiz faz parte da construção de uma decisão coletiva. “Ninguém participa por brilho próprio, mas sim com o objetivo de contribuir para um bom julgamento”, disse.

Em seu discurso, o juiz Vilson Fontana fez questão de agradecer os elogios recebidos, principalmente por conta de sua experiência profissional. “É verdade que tenho uma grande bagagem – 22 anos na Justiça, 13 como juiz eleitoral -, mas isso não significa que não tenho mais nada a aprender; acredito que aqui também aprenderei muito com os senhores”, disse.

Ele também aproveitou a oportunidade para enaltecer a influência da família em sua vida, sempre o incentivando. “Quem diria que de uma família de agricultores sairiam juristas e advogados?”, questionou o magistrado, lembrando do passado humilde.

Ainda em sua fala, o juiz comparou o diploma eleitoral a um cheque em branco, o qual o candidato eleito vai preenchendo com ações durante os quatros anos de mandato. As obras e serviços, segundo ele, devem servir para o futuro, e não apenas como pretexto para a reeleição. Ao finalizar seu discurso, ele lembrou que é dever da Justiça, mas também dos eleitores e dos partidos políticos, vigiar e fiscalizar os candidatos eleitos.

O irretocável trabalho do Dr. Vilson Fontana, que atuou por vários anos em Tijucas, exercendo inclusive o cargo de diretor do Fórum da comarca no conturbado período da construção do presídio regional de Tijucas, época em que o TJ designou o juiz substituto para resolver o impasse entre Governo, prefeitura e construtora, rendeu-lhe o respeito da família forense, juristas e a comunidade em geral. Seu esforço, seriedade e honestidade renderam um novo prêmio: nesta sexta-feira (18) o Dr. Vilson José Fontana, um chapecoense que deixou seus rastros em Tijucas, se tornará desembargador do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC).

Os nossos sinceros votos de sucesso na nova caminhada, rendemos ao Dr. Vilson Fontana nossa merecida homenagem, compartilhando da alegria dos seus familiares, amigos e da comunidade regional, torcendo para que sua jornada não para por ai: Santa Catarina pode sim ter no futuro um ministro no judiciário.

Breve currículo

Formando pela Faculdade de Direito de Santo Ângelo, no Rio Grande do Sul, Vilson Fontana ingressou na magistratura catarinense como juiz de Direito substituto em julho de 1992. Como titular, atuou nas comarcas de Pinhalzinho, Maravilha, Porto União, Tijucas e Florianópolis.

No campo eleitoral, foi juiz com presidência nas eleições das Zonas Eleitorais de Anchieta, Mondai, Dionísio Cerqueira e Tijucas. Mestre em Direito Processual Civil e em Direito Público, e doutor em Direito Constitucional, Fontana também trabalhou como professor universitário na Unoesc, e continua na Univali e na Escola da Magistratura.

Lixo marinho

lixo-mar

O impacto do lixo marinho será o tema do evento promovido pela Univali, por meio do curso de Direito, no dia 21 de agosto (segunda-feira), às 19h. O debate envolve os acadêmicos e professores do curso de Direito e ocorre no auditório do Campus Tijucas.

O documentário “Uma Gota”, feito a partir de uma expedição em quatro países da América do Sul, será exibido e o fundador do Projeto Route, proponente do filme de média metragem, Márcio Gerba, palestrará sobre o assunto. O evento é gratuito e aberto à comunidade interessada.

O documentário é resultado de uma expedição de 120 dias que passou pelo Brasil, Uruguai, Patagônia, Argentina e Chilena, e Peru, que contemplou palestras sobre educação ambiental, ações de limpeza de praia e entrevistas com profissionais da área na perspectiva do lixo marinho como um problema global. O filme, lançado no segundo semestre de 2016, aborda questões como a responsabilidade individual sobre o consumo e o descarte de materiais, a retirada de resíduos em locais de difícil acesso, o problema do “micro lixo”, o impacto na morte dos animais, a luta pela preservação dos oceanos e o que as pessoas podem fazer para mudar esta realidade.

A atividade reunirá acadêmicos e docentes do curso de Direito da Univali, é gratuita e aberta à comunidade interessada.

Mais informações: (48) 3345-3212, na coordenação do curso de Direito da Univali, Campus Tijucas.

Desafio

 

0z6a2290

Vereadores de Oposição pediram ao presidente da Câmara de Tijucas a extinção de seis cargos comissionados do Poder Legislativo. O argumento é que já tem gente demais, não tem sala, mesa e cadeira para todos sentarem, a população crítica e o fim desses cargos representaria uma economia de R$ 750 mil até o final dessa legislatura, em 31 de dezembro de 2020. A proposta foi bem recebida pelo povo.

Na oportunidade o presidente Elói Geraldo nada disse, no entanto seu companheiro de bancada, Esaú Bayer, chutou o pau da barraca. Lembrando que tramita no legislativo um projeto do Poder Executivo objetivando elevar em mais de 80% o salário dos assessores jurídicos da Prefeitura, Esaú disse que aguarda ansioso a votação da referida matéria, pra ver se os vereadores governistas usam dois pesos para duas medidas.

E a população também ficará de olho neste desafio.

I Fashion Outlet Iguatemi

fachadadia2baixa

Por conta da matéria sobre o empreendimento do Grupo Iguatemi no Sul do Rio, publicada na edição da semana passada, fomos contactados por uma fonte representando as empresas envolvidas no projeto, a qual nos relatou o seguinte:

Sobre a informação do I Fashion Outlet Iguatemi, a inauguração está prevista para final de setembro de 2018. Isso se deu por causa da crise que afetou os lojistas que estarão operando neste importante centro de vendas no varejo e atacado, os quais solicitaram mais um ano de prazo para a inauguração, que estava prevista para setembro de 2017 e foi adiada por causa da crise que afeta nosso País, em resumo, o que fez as obras atrasarem foi a crise que ainda assola o País”.

Agradecemos o interesse em valorizar as informações que aqui publicamos.

 

1ª Feijoada da ADEC

O Jornal Razão terá sorteios para a Festa dos Anos 70 (16 de setembro), CTG Fazenda Silva Neto (7 a 10 setembro) e para o show do comediante Paulinho Mixaria (18 e 19 de agosto), além de outras promoções que surgirão pelo caminho.

O pedido desta semana é o sorteio de duas camisetas para a 1ª Feijoada da ADEC. Curta a entrevista, compartilhe, indique três amigos e concorra.

http://www.jornalrazao.com/materia/1-feijoada-da-adec-2538

0

Inauguração Outlet Premium em Porto Belo

foto-face

Estamos em contagem regressiva para a inauguração do Porto Belo Outlet Premium, o outlet shopping que trará marcas nacionais e internacionais com os melhores preços o ano todo. A previsão é de que a inauguração ocorra ainda no segundo semestre de 2017.

O grupo paranaense Tacla, que atua em Santa Catarina com o Itajaí Shopping, ergueu a Oeste da BR-101, na região de Santa Luzia pertencente ao municipio de Porto Belo, o primeiro outlet shopping do estado. O Porto Belo Outlet Premium terá 120 lojas, 16 operações de fast food, dois restaurantes, 1,5 mil vagas de estacionamento e outras 47 para ônibus de turismo. Tudo em terreno de 200 mil metros quadrados, estrutura com 40 mil metros quadrados de área construída e 25 mil metros quadrados de área bruta locável.

O projeto foi elaborado por um escritório de Miami (EUA) especializado nesse tipo de empreendimento. O volume preciso de postos de trabalho depende do fechamento do aluguel das lojas que ali funcionarão, mas estimasse que serão mais de 1.000 trabalhadores.